Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

Brasileirão 2011

 

Verão não é sinónimo de futebol, puro engano.

 

Existe futebol para além do futebol europeu e nos próximos meses poderemos acompanhar competições como a Copa América, a Copa Libertadores e também os interessantes campeonatos argentino e brasileiro.

 

O Brasileirão 2011 arrancou mesmo no passado fim-de-semana e esta edição promete, as presenças de Luís Fabiano, Ronaldinho, Deco e Fred a juntar a nomes como D’Alessandro, Conca, Ganso, Neymar, Leandro Damião, Lucas, Dagoberto e Thiago Neves constitui muito provavelmente o campeonato com mais qualidade da última década.

 

O sistema europeu de pontos ainda é muito discutido no Brasil e em certa medida este campeonato está dependente de inúmeras variáveis.

 

A Copa América que retirará alguns jogadores da competição, o assédio dos clubes europeus pelos principais jogadores e a impossibilidade de alguns clubes jogarem nos seus estádios devido às obras para o Mundial 2014, tornam esta prova atípica e verdadeiramente especial.

 

Quanto aos candidatos ao título é muito prematuro fazer previsões mas existe um lote de equipas com mais argumentos.

 

O campeão Fluminense, o Santos dos moleques Ganso e Neymar, o Cruzeiro do ex-Benfica Roger, o Flamengo de Ronaldinho, o Corinthians de Liedson e o São Paulo de Ceni e Fabiano partem a meu ver à frente de todos os outros.

 

Numa 2ª linha poderá colocar-se as turmas de Porto Alegre, ou seja, o Internacional e o Grémio e também o Palmeiras de Scolari.

 

Passemos a uma breve análise das principais equipas, ficando prometido que a edição 2011 do Brasileirão será seguida com especial atenção pelo 11contra11.

 

Fluminense

 

O Flu procura defender o título com a criatividade de um argentino, Conca e de um português Deco.

 

O ataque está entregue a Fred (ex-Lyon) e ainda no meio campo poderá contar-se com bons valores como Rodriguinho e Diguinho. Contudo o título conquistado em 2010 não trouxe a estabilidade esperada e a eliminação prematura na Libertadores fez com que pairasse alguma desconfiança tanto nos adeptos como no seio do grupo.

 

Abel Braga será o treinador a partir de Junho e terá como grande desafio recuperar Deco.

É verdade que o melhor Deco nunca será o do Fluminense mas se o luso-brasileiro recuperar bons índices físicos, o bicampeonato estará mais perto.

 

 

 

Santos

 

O Peixe é hoje a melhor equipa brasileira e digo-o sem reticências. Ao talento dos seus jogadores foi adicionada uma filosofia de equilíbrio e de verdadeiro jogo de equipa por aquele que é na minha opinião o melhor treinador brasileiro da actualidade, Muricy Ramalho.

 

Muricy está à pouco mais de um mês à frente da equipa mas o trabalho já se nota em

campo. O título do Paulistão e a presença nas meias finais da Libertadores são prova disso.

 

A defesa é agora muito mais sólida e jogadores como Edu Dracena, Durval e Léo são sinónimos de fiabilidade.

 

Na intermediária dois volantes de grande qualidade Elano e Arouca, à frente destes dois meias geniais como são Paulo Henrique Ganso e Neymar. Existindo ainda jogadores como Danilo e também Possebon como opções bastante válidas.

 

A posição de ponta de lança é a mais indefinida, nem Zé Eduardo, nem Keirrisson, nem Allan Patrick têm convencido e por isso mesmo especula-se a contratação de Borges, o avançado do Grémio.

 

Quanto à possibilidade de título depende essencialmente da continuidade das suas principais figuras. Será bastante difícil manter jogadores como Neymar, Ganso e mesmo Danilo e Arouca que são jogadores com bastante mercado.

 

Se a estrutura não cair, a equipa da Vila Belmiro terá de ser considerada favorita.

 

A consistência de Durval e Dracena, a inteligência táctica de Arouca e Elano, a elegante simplicidade de Ganso na organização e os desconcertantes e imprevisíveis dribles de Neymar constituem matéria-prima de fazer inveja aos seus adversários.

 

 

Flamengo

 

Acompanhei o jogo do Mengão frente ao Avaí, relativo á 1ªjornada e fiquei algo surpreendido com a sua exibição.

 

Sobretudo com o seu processo ofensivo, Ronaldinho com enorme disponibilidade e um Thiago Neves ao seu melhor nível.

 

O avançado Wanderley apresentou pormenores interessantes e foram muitas as oportunidades de golo criadas durante os 90 minutos.

 

Não esquecer que há ainda Botinelli, Deivid (ex-Sporting) e o jovem Diego Maurício.

 

Na zona mais defensiva do meio campo destaco Willians, fortíssimo no confronto físico e na recuperação de bola.

 

O ponto mais fraco do onze é sem dúvida o quarteto defensivo.

Muito jovem e revelou alguma inexperiência. Porém isso não significa que não exista qualidade.

 

Possibilidades de conquista do título existem mas prevejo uma inconsistência que não deverá permitir repetir o feito de 2009.

 

 

Corinthians

 

O Timão gira neste momento à volta de Liedson. É ele quem resolve tal como sucedia em Alvalade, quanto ao meio-campo falta-lhe criatividade mas esse problema deverá ser resolvido com a chegada de Alex (ex-Spartak).

 

As perdas de Dentinho (Shakthar) e Bruno César (Benfica) retiram qualidade e imprevisibilidade mas em contraponto a defesa é das mais sólidas do Brasileirão.

 

Chicão é o patrão da “zaga” e com o auxílio dos médios centro Ralf e Paulinho constitui-se um bloco muito sólido no corredor central.

 

Falta referir a incógnita da equipa, Adriano.

 

O Imperador chega lesionado e em péssimas condições físicas e por isso será complicado contar com ele.

 

O Corinthians tem sérias possibilidades de ser campeão mas diria que o sucesso e o insucesso vai depender sobretudo da inspiração de Liedson.

 

 

São Paulo

 

Após uma época de hegemonia no futebol brasileiro o São Paulo procura reconstruir uma equipa consistente.

 

Analisando os sectores, o meio campo será mesmo o mais frágil. Na baliza e defesa existe experiência com Ceni e Xandão e no ataque existe talento com Lucas, Dagoberto e ainda Luís Fabiano.

 

Depois da saída de jogadores como Hernanes, Richarlyson e Arouca a intermediária não está tão forte e por este mesmo factor o titulo será complicado.

 

Destaque ainda para a presença de Rivaldo no plantel, um veterano que ainda tem potencial para dar contributo.

 

 

Cruzeiro

 

À alguns anos que o Cruzeiro não é campeão e este ano tem uma boa oportunidade.

 

A equipa é forte e tem excelentes valores como o guarda redes Fábio, o defesa Léo, os criativos Montillo e Roger e os avançados Thiago Ribeiro e Wallynson.

 

A eliminação precoce na Libertadores permite concentrar forças no campeonato contudo a falta de profundidade do plantel pode trair a equipa em alguns momentos.

 

 

 

Para completar a informação deixo os resultados relativos à 1ªjornada

 

 

Palmeiras 1-0 Botafogo

Santos 1-1 Internacional

Flamengo 4-0 Avaí

Fluminense 0-2 São Paulo

Ceará 1-3 Vasco

América Mineiro 2-1 Bahia

Grêmio 1-2 Corinthians

Atlético Mineiro 3-0 Atl. Paranaense

Coritiba 0-1 Atlético Goianiense

Figueirense 1-0 Cruzeiro

 

 

 

 

 

publicado por A.S às 17:42
link do post | comentar | favorito
|

.Votações

Quem irá sagrar-se campeão nacional 2013/2014?
  
pollcode.com free polls 

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds