Sexta-feira, 12 de Agosto de 2011

Mundial sub-20: Portugal 1-0 Guatemala

 

Objectivo cumprido mas com uma exibição pobre, a pior de todo o Mundial.

 

É verdade que Portugal foi superior à Guatemala, é também verdade que podia ter vencido por uma margem de dois ou três golos porém a exibição no geral foi má e podia mesmo ter ditado o afastamento da prova caso o adversário fosse de maior qualidade.

 

A principal dificuldade no jogo de Portugal foi claramente ao nível do meio campo, pouca capacidade na organização e também pouca clarividência.

 

Poderão existir muitos motivos para este problema mas analisando o jogo penso que o problema foi sobretudo físico. A equipa portuguesa jogou com menor frescura que o habitual, note-se que os jogadores erravam passes de forma constante, tinham dificuldades na transição defensiva e durante o último quarto de hora limitaram-se a defender no seu meio campo.

 

Na antevisão da partida escrevi que a Guatemala era uma selecção acessível e o jogo comprovou isso mesmo. Apenas a má exibição portuguesa fez com que o resultado fosse indefinido até ao fim.

 

Olhando para o próximo adversário , a Argentina, e tendo em conta a última exibição lusa penso que Ilídio Vale deverá ponderar quanto à estratégia a utilizar.

 

Será mais sensato jogar na expectativa e assentar o nosso jogo na solidez defensiva já demonstrada durante o Mundial.

 

A Argentina é uma selecção que tem jogadores mais talentosos e que possuem maior poder desequilíbrio que os nossos mas em termos colectivos não são superiores.

 

É possível atingir as meias finais mas para tal Portugal tem que produzir uma exibição muito mais conseguida que esta última.

 

Existem duas baixas, o lateral esquerdo Mário Rui e o extremo  Alex, ambos por castigo.

 

Quanto ao substituto do primeiro existem poucas dúvidas, Luís Martins deverá ocupar o lugar.

 

Já o substituto do segundo pode ditar qual o plano do seleccionador português para o jogo. Alex poderá ceder o lugar a outro avançado( Rafael Lopes ou Baldé) ou então a um médio (Júlio Alves ou Ricardo Dias).

 

A escolha é clara, 4-3-3 ou 4-4-2 (losango). Existem vantagens e desvantagens em ambos os sistemas mas a melhor versão de Portugal foi em 4-3-3 e por isso defendo a sua continuidade.

 

Será com certeza mais arriscada mas a coesão defensiva é uma virtude que existe em qualquer sistema, sempre que este é bem apreendido.

 

Espera-se que Portugal melhore relativamente ao último jogo e se mostrar a qualidade de outros jogos é possível sonhar com as meias finais.

 

O jogo é no próximo Sábado às 23 horas e terá transmissão nos canais Eurosport e RTP1. 

 

Deixo também um vídeo com um breve resumo da partida.

 

publicado por A.S às 03:07
link do post | comentar | favorito
|

.Votações

Quem irá sagrar-se campeão nacional 2013/2014?
  
pollcode.com free polls 

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds