Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Os 23 de Bento para o Euro - Veloso já adquiriu o bilhete, Quim e Nuno Gomes lutam por um lugar

 

Após a fantástica exibição que nos garantiu a qualificação, começa a especulação em volta do grupo de jogadores  que vai estar no Euro da Polónia e Ucrânia. Paulo Bento já definiu um núcleo duro de jogadores mas ainda assim persistem algumas dúvidas.

 

Analisemos por posições a possível constituição da selecção nacional no próximo Europeu.

 

Guarda-redes (3)

 


 

Na baliza está encontrado o dono do posto, após a transferência de Eduardo para o Benfica, Patrício aproveitou o estatuto de suplente do seu colega e assegurou a titularidade.

Mesmo com a condição de suplente no Benfica, Eduardo deve garantir a presença na lista, restando apenas a dúvida quanto ao terceiro guarda redes convocado.

Beto ou Quim, um deles deverá ser o escolhido. Acredito que depois das declarações de Quim após o Braga-Benfica, Beto esteja mais próximo de garantir o lugar.

Outra hipótese caso alguma lesão surja, é o titular da selecção de sub-21, Mika. O jovem guardião do Benfica pode ser uma das surpresas na lista de Paulo Bento.

 

Definitivos
Rui Patricio (Sporting)
Eduardo (Benfica)
Provável
Beto (Cluj)
Possíveis
Quim (Sp. Braga)
Mika (Benfica)

 

 Defesas (7/8)

 

 

 

 

Dois aspectos parecem garantidos quanto à zona defensiva portuguesa, cinco jogadores já têm lugar no lote de eleitos (João Pereira, Pepe,  Bruno Alves, F. Coentrão e Rolando) e dois estão completamente fora das contas (Bosingwa e Ricardo Carvalho).

 

Para as restantes vagas existem várias opções e possibilidades. Falta definir o quarto central, aqui Sereno e Ricardo Costa surgem como as hipóteses mais fortes, e falta também definir quem serão à partida os defesas laterais suplentes.

 

Neste particular existe um factor que pode alterar efectivamente a convocatória, Paulo Bento pode aqui jogar com a polivalência de um jogador. Sílvio e Eliseu têm sido chamados regularmente mas nenhum deles têm convencido na plenitude. Por isso é natural que entre ao barulho o nome de um médio nesta equação, Rúben Amorim.

Amorim pode actuar como defesa direito e nesta perspectiva o seleccionador pode reduzir o número de defesas convocados de oito para sete.

Tudo depende da época e momento de forma dos jogadores e Bento nesta perspectiva terá de tomar necessariamente uma opção.

 

Numa segunda linha surgem nomes como Carriço, Tonel e Nélson que espreitam uma oportunidade.

 

Definitivos
João Pereira (Sporting)
Pepe (Real Madrid)
Bruno Alves (Zenit)
Fábio Coentrão (Real Madrid)
Rolando (FC Porto)
Prováveis
Sílvio (Atl. Madrid)
Eliseu (Málaga)
Sereno (Colónia)
Ricardo Costa (Valência)
Possíveis
Tonel (Dinamo Zagreb)
Carriço (Sporting)
Nélson (Osasuna)
Cédric (Académica)
Nuno Morais (APOEL)

 

Médios (6)

 

 

 

 

 

Meireles e Moutinho são indiscutíveis e Veloso tornou-se indiscutível nesta eliminatória com a Bósnia. O jogador do Génova está a fazer uma boa época em Itália, tem jogado regularmente como titular e estas últimas prestações em Zenica e na Luz garantiram-lhe o bilhete para o Euro.

 

Por isso dos seis ingressos, restam apenas três. Micael parece bem encaminhado para obtê-lo e Amorim devido à polivalência referida anteriormente também tem fortes possibilidades de entrar na comitiva. É verdade que o benfiquista é suplente para Jesus mas mesmo assim Bento deve apostar nele.

 

Sobra um bilhete e a meu ver é aqui que o seleccionador terá a maior dor de cabeça. Os candidatos são muitos e acredito que dependerá sobretudo do momento dos jogadores no final da temporada. André Santos, Carlos Martins ou Manuel Fernandes , alguns dos jogadores que estarão na calha para viajar em direcção à Polónia e a Ucrânia.

 

Definitivos
Raúl Meireles (Chelsea)
João Moutinho (FC Porto)
Miguel Veloso (Génova)
Prováveis
Rúben Micael (Saragoça)
Rúben Amorim (Benfica)
Carlos Martins (Granada)
André Santos (Sporting)
Possíveis

Manuel Fernandes (Besiktas)

Paulo Machado (Toulouse)
André Castro (Sp. Gijon)

Hélio Pinto (APOEL)

Hugo Viana (Sp. Braga)

 

Extremos (4)     

 


 

Com Paulo Bento, Portugal voltou a ter extremos. Queiroz escondia-os um pouco mas com Bento eles voltaram a ser as asas da equipa. Cristiano e Nani são inquestionáveis, as outras duas opções deverão ser preenchidas por Quaresma e Danny.  Se estes jogadores estiveram bem fisicamente, estarão no Euro.

 

As outras opções são Varela, Vieirinha e também Hélder Barbosa que tem se apresentado a bom nível no Sp.Braga.

 

Definitivos
Cristiano Ronaldo (Real Madrid)
Nani (Man. United)
Prováveis
Quaresma (Besiktas)
Danny (Zenit)
Possíveis
Varela (FC Porto)
Vieirinha (PAOK)
Hélder Barbosa (Sp. Braga)


 

Avançados (2/3)

 


 

Por último os pontas de lança, posição eternamente discutida na nossa selecção.

 

Contudo creio que Bento não tem muitas dúvidas, ao decidir-se por apenas dois jogadores , serão Postiga e Almeida, se levar três, Nuno Gomes entra nos planos. Obviamente que poderão haver surpresas, nunca se sabe o que o futuro nos reseva, alguma lesão poderá surgir e aí o seleccionador terá que improvisar.

 

Jovens como Nélson Oliveira e Orlando Sá podem constituir uma bela surpresa na lista de convocados para o Europeu.

 

Definitivos
Hélder Postiga (Saragoça)
Hugo Almeida (Besiktas)
Provável
Nuno Gomes (Sp. Braga)
Possíveis
Nélson Oliveira (Benfica)
Orlando Sá (Fulham)
Wilson Eduardo (Olhanense)
João Tomás (Rio Ave)
publicado por A.S às 21:40
link do post | comentar | favorito
|

.Votações

Quem irá sagrar-se campeão nacional 2013/2014?
  
pollcode.com free polls 

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds