Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011

Quando ser goleador não chega

 

Imaginemos um ponta de lança com o seguinte rácio de golos.

 

Na sua época de estreia pelo novo clube apresenta desde logo o interessante registo de 22 golos em 45 partidas oficias. Na época seguinte contribui com 17 golos em 35 jogos e na terceira época os números começam mesmo a impressionar com 38 golos em 45 jogos. A regularidade mantém-se na quarta temporada e desta vez são 23 golos em 42 jogos. Por fim ficam os números da quinta e corrente época, 12 jogos e 7 golos.

 

Fornecidos estes dados pressupõe-se que este jogador seja idolatrado por todos os adeptos do seu clube e que seja um elemento indiscutível da equipa junto da massa associativa, pois este não o é.

 

O seu nome é Óscar René Cardozo Marín e é provavelmente um dos futebolistas mais injustiçados da história do Benfica. Em todos os defesos é questionada a sua qualidade e uma grande fatia dos adeptos encarnados chegam mesmo a apontar de forma fria a porta de saída ao paraguaio.

 

Na verdade não é preciso recuar muito no tempo para encontrar em Portugal uma situação semelhante, de antipatia por um avançado goleador, refiro-me concretamente a Pedro Pauleta. Dizia-se que o açoriano apenas marcava a selecções de pouca dimensão, que não aparecia em momentos decisivos.. Pois bem volvidos alguns anos aposto que a figura do ciclone dos Açores já passou pela cabeça de muitos portugueses ao ver os jogos da selecção.

 

 

Questiono então o porquê desta aversão por avançados goleadores.. Afinal qual é o objectivo de um jogo de Futebol, qual o objectivo de um jogador na posição de ponta de lança?!

 

É possível que para alguns adeptos golos não cheguem. Além de golos subentende-se que a um ponta de lança deverá também ser exigido que tenha a capacidade de driblar adversários como um extremo e a capacidade de passar como um médio organizador.

 

Neste capitulo é possível que Messi tenham algumas culpas no cartório.. No entanto este aparente "ódio" normalmente resulta à posteriori num sentimento de nostalgia.

 

Pauleta já deixa saudades e quanto a Cardozo acredito que vá deixar...

 

Aliás já estou a imaginar um anterior critico de Tacuara, proferir a seguinte a frase no decurso de um jogo, " Sabes que mais? Esta bola nos pés do Cardozo, já estava lá dentro!"

publicado por A.S às 23:13
link do post | comentar | favorito

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds