Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2011

Corrupção chega à Champions League?

 

 

Há quem fale em milagre, há quem fale em corrupção.

 

No minimo o que se poderá dizer da cadeia de acontecimentos que sucedeu em Amesterdão e sobretudo em Zagreb, é que foram acontecimentos insólitos e marcados por interessantes coincidências.

 

O Olympique de Lyon partia para última jornada do grupo com menos três pontos que o Ajax e ainda com uma desvantagem no saldo de golos, - 4 em oposição aos + 3 dos holandeses. Tudo apontava para uma missão impossível dos franceses antes das partidas se iniciarem e mesmo ao intervalo das mesmas não se adivinhava o que viria a suceder.

 

No descanso o Real vencia por 2-0 em Amesterdão enquanto em Zagreb, o Lyon empatava a uma bola.

 

No primeiro tempo é importante desde logo referir que um jogador do Dinamo recebeu ordem de expulsão e dois golos legais acabaram anulados aos holandeses por supostas posições de fora-de-jogo.

 

Na segunda parte seguiram-se os fenómenos do "Entrocamento", e em determinada altura percebeu-se que o tal "milagre" estava destinado a acontecer. Com sete minutos decorridos no segundo tempo o Lyon já vencia por 4-1 e dada a forma como os golos surgiram, adivinham-se mais alguns.

 

O jogo terminou com uns concludentes 7-1, com o apuramento do Lyon e pelo meio temos um acto extremamente suspeito do defesa Vida, que promete trazer ainda mais polémica.

 

Após o golo de Lisandro López (1-5), o defesa do Dinamo agarra a bola e confrontado pela pressa de Gomis para colocar o esférico no centro do terreno, o jogador croata pisca o olho ao avançado francês e transmite a sensação que tudo está controlado.

 

[foto de la noticia]

 

Momento em que o defesa do Dinamo pisca o olho a Gomis

 

Num mandato em que Platini  faz constante referência à  luta da UEFA contra a corrupção, em particular às fraudes através de apostas desportivas, seria urgente uma reacção do órgão mais alto do futebol europeu perante esta situação.

 

No minimo o que se pede é que se proceda uma investigação e que não se deixe esta "nuvem negra" passar pelas nossas cabeças sem qualquer tipo de acção. Numa situação em que tanto está em questão e em que tantas pessoas estão envolvidas será com certeza complicado encobrir algum acto de corrupção, caso este exista.

 

Esperemos no entanto que esta conspiração não passe de uma história imaginada e construída nas nossas cabeças, e que o Futebol não tenha sido aqui traído ao mais alto nível.

 

Platini deve portanto agir rapidamente, ainda para mais com a sua nacionalidade ao coincidir com a do clube em questão, a suspeita começa também a recair sobre o próprio Presidente da UEFA, pairando uma supeita que acaba por prejudicar a sua imagem.  

 

publicado por A.S às 02:09
link do post | comentar | favorito

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds