Domingo, 22 de Janeiro de 2012

CAN 2012 (dia 2): Costa do Marfim e Angola lideram Grupo B

Costa do Marfim 1 - 0 Sudão

 


 

Era com grande expectativa que se aguardava a estreia dos "Elefantes" na competição porém as expectativas foram defraudadas com um jogo pobre da equipa de Drogba.

 

A partida foi de sentido único, a Costa de Marfim teve a posse da bola mas preferiu geri-la de forma lenta e sempre confiando que mais tarde ou mais cedo o golo surgia.

 

Num sistema de 4-3-3, com Gervinho e Kalou pelas alas e Drogba peço  centro, os marfinenses dominaram as operações e mesmo em ritmo de treino conseguiram chegar ao golo da vitória no final da primeira parte. Jogada "made in" Chelsea com Kalou a cruzar e Drogba a finalizar com um excelente golpe de cabeça.

 

A equipa do Sudão apesar das suas limitações não deixou de lutar e conseguiu em certos momentos incomodar a baliza de Copa.

 

Uma exibição q.b. da Costa do Marfim que conseguiu o mais importante, os três pontos.

 

Drogba foi naturalmente a figura do jogo com o golo que apontou.

 

 

Burquina Faso 1 - 2 Angola

 

Jogo decisivo neste Grupo B no que toca às aspirações de apuramento para os quartos de final. Tanto o Burquina Faso do português Paulo Duarte como a Angola de Lito Vidigal tinham aqui uma autêntica final.

 

 

As duas selecções não impressionaram em termos colectivos, abusando bastante do jogo directo e criando perigo sobretudo atraés de lances de inspiração dos seus jogadores mais dotados tecnicamente.

 

Do lado do Burquina Faso a velocidade de Pitroipa e Kaboré e também o pé esquerdo de Alain Traoré ( belo golo de livre) sobressaíram enquanto pelos angolanos todos os elogios vão para os autores dos golos, Mateus e Manucho.

 

Uma palavra especial para Mateus que tem sido um dos melhores do nosso campeonato à já alguns e nem sempre tal lhe é reconhecido.

 

 

Angola sofreu para vencer, uma partida que na verdade podia ter caído para qualquer lado. De salientar o quarteto ofensivo que alinhou de ínicio por Angola, Mateus, Djalma, Manucho e o experiente Flávio. Uma frente de ataque que pode ser considerada como um das mais versátil e completa da CAN.

 

Na próxima jornada a selecção angolana defronta o Sudão e por aquilo que esta equipa demonstrou com a Costa do Marfim tudo indica que os Palancas Negras vão somar seis pontos e garantir o apuramento.

 

Burquina Faso tem um jogo de vida ou de morte contra a Costa de Marfim e acredito que dará luta.

 

Se os marfinenses manterem os índices competitivos que apresentaram hoje pode haver uma surpresa por parte dos homens de Paulo Duarte.

publicado por A.S às 22:43
link do post | comentar | favorito

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds