Sexta-feira, 14 de Maio de 2010

Benfica campeão, Mourinho e convocatórias Mundial

Ao longo dos últimos meses verificou-se que é possível atingir o sucesso com diferentes filosofias e diferentes formas de pensar o jogo.

 

O racional Inter arrisca-se a ganhar tudo, o pragmático Twente venceu a Eredivisie e os atractivos Bayern e Benfica venceram os seus campeonatos.

 

Por outro lado o espectacular Ajax ficou-se pelo 2º lugar, o sempre belo Arsenal voltou a ficar sem títulos e o metódico Porto de Jesualdo perdeu o seu reinado.

 

Equipas denominadas ofensivas ganharam e perderam, equipas denominadas defensivas perderam mas também ganharam.

 

A verdade é que existem inúmeros caminhos para o sucesso, cada uma destas equipas tinha um plano e uma filosofia para atingi-lo mas nem todos podem sair vencedores.

 

Relativamente ao campeonato português penso que o Benfica foi um justíssimo campeão,

Jesus construiu uma máquina em termos ofensivos mas sobretudo conseguiu aproximar os adeptos ao clube.

 

E não há receita mais simples para ter pessoas nos estádios, bom futebol.

 

 

Arrisco a dizer que este Benfica e o Porto de José Mourinho foram as melhores equipas portuguesas que alguma vez vi.

 

Benfica de Jesus mais atractivo, Porto de Mourinho mais racional..

 

Falando em José Mourinho, que delícia foram os dois jogos entre o Inter e o Barcelona para a Champions.

 

Muitos dirão que a 2ªmão em Camp Nou não dignifica o futebol. Eu acho que foi um dos melhores jogos que já vi.

 

De um lado o futebol espectáculo do Barca, o “tiki taka”, o futebol de posse e do outro um Inter perfeito a defender, a ocupar os espaços e também a fechá-los.

 

Acho que o jogo é perfeito para transmitir a equipas de escalões mais jovens a forma de como se deve defender. De compêndio.

 

Uma frase que Luís Freitas Lobo proferiu durante o jogo, ilustra bem o formidável jogo táctico que a equipa de Mourinho fez.

 

“Diego Milito fez um grande jogo apesar de não ter tocado na bola”

 

 

 

 

Passando ao futebol de selecções, esta semana saíram as listas de pré convocados de todas as selecções que vão participar no Mundial.

 

Comecemos por Portugal.

 

 

Não concordo com algumas das decisões de Queiroz.

 

Em relação aos guarda redes entendo a sua escolha, optou obviamente por escolher um guarda redes titular e outros dois com perfil de 2º e 3º guarda redes. Não leva os três melhores mas deixa de parte a possibilidade de surgir problemas de balneário.

 

Na defesa penso que Carriço merecia a chamada em detrimento de Ricardo Costa e também outros nomes poderiam ter surgido como os de Ruben Amorim e Nunes.

 

No meio campo salta à vista o maior problema da nossa selecção, não existe substituto para Deco. Mas não existe porque Queiroz não quis levar nem Nuno Assis, nem Carlos Martins, nem Moutinho.

Apenas Tiago tem características que podem suprimir esta lacuna ou então existe a adaptação Simão.

 

Na frente poucas surpresas, apenas dois avançados centro de raiz mas quatro homens muito desequilibradores Ronaldo, Nani, Danny e Simão.

                                                                                    

Fica a dúvida se teremos na África do Sul o 4-2-3-1 ou o 4-4-2 (losango). na minha opinião 4-4-2 seria o mais indicado pois potencializa mais Ronaldo.

 

Não queria deixar de fazer um breve apontamento às convocatórias do Brasil e Argentina.

 

No Brasil, Dunga foi fiel às suas ideias e indicou 23 homens da sua confiança.

 

É estranho ver jogadores como Diego, Ronaldinho, Adriano, Ganso e Neymar fora da convocatória mas penso que Dunga agiu bem.

 

Manteve a linha que lhe ofereceu sucesso na qualificação e Taça das Confederações, prevejo que a mesma lhe voltará a dar.

 

Em contraste com a coerência de Dunga temos a incoerência de Maradona.

 

Uma competição como o Mundial que coloca inúmera pressão sobre os jogadores pedia Zanetti e Cambiasso, homens habituados a grandes batalhas mas que para Maradona são cartas fora do baralho.

 

As ausências de Gabi Milito e Lisandro também não se entendem e Maradona já fez questão de enunciar o 11 titular. No mínimo pouco inteligente pois desta forma desmotiva indirectamente 12 jogadores.

 

Diria que num caso tudo aponta para correr bem (Brasil) e noutro tudo aponta para correr mal (Argentina).

 

O tempo o dirá..

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por A.S às 23:27
link do post | comentar | favorito

.Votações

Quem irá sagrar-se campeão nacional 2013/2014?
  
pollcode.com free polls 

.arquivos

.tags

. todas as tags

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. A febre da Copa

. Villas-Boas nos Spurs, o ...

. A jornada dos grandes (16...

. As duas faces dos Citizen...

. Craques em destaque: Heun...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Análise Mundial 2014: Gru...

. Serie A: Quem desafia a J...

blogs SAPO

.subscrever feeds